3 passos para abrir uma conta digital gratuita para seu filho

Hoje eu vou explicar os 3 passos para abrir uma conta digital gratuita para seu filho . Totalmente sem tarifas! E, com isso, poderá ampliar a maneira como irá fazer seus investimentos.

O primeiro questionamento que você pode me fazer é “por que” eu tenho que fazer isso? Para quê abrir uma conta para uma criança? Minha resposta é simples: você não tem que fazer isso! Você pode continuar a fazer a poupança apenas nos potinhos. Ou até mesmo utilizar sua própria conta e, periodicamente, fazer depósitos nela.

Mas você tem que estar ciente que estará perdendo uma excelente oportunidade para ensinar ao seu filho a lidar com dinheiro. E, principalmente, perderá a chance dos juros compostos trabalharem a seu favor. E mostrar ao seu filho na prática como que esse tal juros compostos funcionam.

Desta forma, ao abrir uma conta digital para seu filho, você estará ampliando o ensinamento sobre finanças para ele. Você estará estudando e também aprendendo sobre esse universo dos investimentos. E, ao investir, estará fazendo com que a Galinha dos Ovos de Ouro do seu filho cresça mais rápido.

Se você não conhece o nosso método ou ainda não baixou nosso e-book, clique na imagem para efetuar o download do e-book Como dar mesada para o seu filho.ebook Graninha Kids

Mas como assim?

Relembrando, o pote da Galinha dos Ovos de Ouro é aquele aonde depositamos uma graninha na qual a criança não pode gastar. É o dinheiro da aposentadoria de sua criança.

Porém, com o passar do tempo o dinheiro do pote da Galinha dos Ovos de Ouro vai aumentando. Nessa hora é interessante que você tenha uma conta em banco.

Então você vai ensinando desde ao seu filho a importância de investir e a também diversificar. Isso é uma lição primordial quando estudamos sobre investimentos, pois a diversificação irá diminuir o seu risco.

Ensinar sobre investimentos e a importância da diversificação

Quando você tem todo o seu dinheiro na poupança, ou todo em imóveis, ou todo na bolsa de valores, você ficará mais suscetível a perder bastante patrimônio nos períodos de crise.

Agora, isso não acontece quando você tem uma carteira de investimentos diversificada, equilibrada e balanceada. Porque quando um tipo de investimento tem uma queda o outro sobe, por exemplo. E você, na média e a longo prazo terá um crescimento do seu patrimônio financeiro. Mesmo que passe por um momento ou período ruim, a longo prazo a curva será de crescimento.

Esse aumento irá acontecer tanto no valor dos juros ganhos, quanto no valor do investimento mensal a ser realizado. Fruto da mesada que está dando ao seu filho. E fruto do próprio valor investido pelo seu filho quando ele começar a empreender ou a ganhar o próprio dinheiro.

Nessa hora não podemos deixar mais o dinheiro guardado debaixo do colchão. Ou no potinho da Galinha dos Ovos de Ouro. Agora é hora de melhor o controle desse potinho. E nada melhor que utilizar as várias opções que temos atualmente com o surgimento dos Bancos Digitais.

E como as pessoas têm tido muitas dúvidas em relação a esse assunto, resolvemos escrever um passo a passo para facilitar.

Vamos lá!

3 passos para abrir uma conta digital gratuita para seu filho

Passo #1 – Tirar o CPF

Para abrir uma conta digital gratuita é necessário que seu filho tenha um CPF válido. Então você deve procurar uma agência do Banco do Brasil, da Caixa ou dos Correios.

Lembre-se de levar seus documentos pessoais e também de seu filho. Certidão de nascimento, seu CPF, Certidão de Casamento, e outros. É bom dar uma olhada no site de um desses locais para ter certeza que está levando tudo certinho. Veja mais informações aqui.

Você receberá um número de protocolo. E, depois, poderá emitir pela própria internet o CPF criado. A partir desse momento você terá um número de CPF válido para seu filho.

Passo #2 – Tirar Carteira de identidade

Agora você deverá tirar a Carteira de Identidade dele. Então, com a Certidão de Nascimento e o CPF em mãos deverá conseguir emitir.

Fique ligado porque há variações entre os diferentes Estados do Brasil. Geralmente devemos procurar a Secretaria de Segurança Pública, no caso a Polícia Civil.

Vale a mesma dica, entre no site da Polícia Civil do seu Estado para pegar as informações de todos os documentos necessários.

Geralmente, certidão de casamento, comprovante de residência, e outros. Junte tudo e dê entrada na Polícia Civil. Aí você deverá levar as crianças para tirar foto, tirar as impressões de digital. Caso seu filho seja muito novo e ele ainda não conseguir assinar o próprio nome, será registrado no documento como “iletrado”. Caso contrário ele já pode assinar a própria identidade. Nada que não possa ser alterado depois. Até porque a Carteira de Identidade tem a validade de 5 anos. Porque depois de um tempo a assinatura muda, a foto muda, …

Mas, depois de fazer tudo conforme o o seu Estado lhe informar, você estará com a Carteira de Identidade. E também com CPF do seu filho em mãos.

É interessante fazer a Carteira de identidade do seu filho também por outros motivos. Por exemplo, na hora de fazer uma viagem é mais prático levar a carteira de identidade no lugar da Certidão de Nascimento.

Passo #3 – Abrir conta corrente em um Banco

Agora é a hora de abrir a conta corrente em um banco. A minha intenção não é fazer propaganda de ninguém (não estamos ganhando para isso). Só estou compartilhando a minha experiência, aquilo que funcionou e funciona para mim. E nesse momento, minha sugestão é abrir uma conta no Banco Inter. É um banco que está há mais de 20 anos no mercado. Ou seja, tem se mostrado bastante sólido. Totalmente digital. E sem tarifas.

Existem outras opções de banco digital e sem tarifas. Cada dia tem surgido um novo banco digital no mercado. Essa é apenas uma sugestão. Você também pode pesquisar e escolher a que achar mais interessante.

De posse dos seus documentos e dos novos documentos do seu filho agora vamos para ação. Entre no site do Banco Inter e siga o passo a passo. É tudo feito pelo site mesmo! Baixe o aplicativo do banco para depois cadastrar seus dados e os dados do seu filho. Depois deverá tirar uma foto de todos os documentos, foto do comprovante de residência e enviar para análise.

Aí você deverá esperar um pouquinho. É o tempo que eles irão analisar e verificar os dados que você cadastrou e enviou digitalmente.

Se tudo estiver certinho, você receberá uma mensagem dizendo que a conta foi aberta.

Agora você pode terminar o cadastro. Criando um login e senha. Aquelas coisas padrão de aplicativos.

Cartão de Débito

Ao abrir essa conta você tem direito a um Cartão de Débito sem tarifa. Além disso, você pode solicitar Cartão de Crédito, acredito que já com algum tipo de cobrança de taxa. Mas esse não é o nosso foco agora.

E, no caso da conta corrente, realmente não tem tarifa nenhuma! Se você abrir a conta e não movimentar nadinha, não será surpreendido com nenhuma cobrança no futuro.

O Banco Inter não tem agência física e tampouco caixa eletrônico. É bem diferente do que estávamos acostumados a ver nos bancos tradicionais. Caixa, Banco do Brasil, Bradesco, Santander e outros.

Se o banco é todo digital como fazemos para depositar o dinheiro na conta?

Eles bolaram um forma bem inteligente! Pelo site ou pelo aplicativo existe a opção chamada Depósito por Boleto. Isso mesmo! Você clica nessa opção, diz o valor que quer depositar e será gerado um boleto. Aí podemos pagar o boleto do jeito que for mais conveniente. Lotérica, agência bancária, pelo internet baking, …

Pagando o boleto no horário bancário, no próximo dia o dinheiro já estará na conta. Simples assim!

Então aquela graninha que você está dando de mesada e que iria para o Pote da Galinha dos Ovos de Ouro, agora você pode pegar e depositar na conta do seu filho do Banco Digital.

Utilizando a Conta Digital

3 passos para abrir uma conta digital gratuita para seu filho

O que eu tenho feito é o seguinte.

Minha conta principal é no Banco do Brasil. Então, eu levo meus dois filhos à agência. A gente coloca a grana no envelope de depósito e deposita no caixa eletrônico. Depois eu explico que o dinheiro vai para conta do Papai e que depois eu eu irei transferir para conta deles.

Para finalizar eu entro na conta deles, gero o boleto de depósito, pago esse boleto e pronto! O dinheiro está na conta deles.

Parece que os grandes bancos estão criando a opção de Conta Digital sem tarifa. Eu tentei, faz um tempo, e não consegui. Por isso eu acabei criando no Banco Inter.

Missão cumprida! Agora temos: CPF, Carteira de Identidade e Conta Corrente Digital.

Nesse momento estamos passando a Galinha dos Ovos de Ouro para uma Conta Poupança em Banco Digital. Lembrando: sem tarifas.

Transforme em rotina

Comece a fazer depósitos periodicamente, tire o extrato regularmente e mostre para o seu filho. Comece a mostrar o extrato ao seu filho. É gratificante ver a carinha dos nossos pequenos quando os primeiros rendimentos começam a aparecer ‘magicamente’ em sua conta.

Como a gente sempre prega aqui no Graninha Kids, a poupança não é o melhor local para deixarmos nosso dinheiro. Mas, nessa primeira fase estamos focados no mais simples. Para que seu filho comece a entender sobre os juros. Vamos começar no básico.

Assim que ele estiver preparado poderemos dar o próximo passo. Que será ampliar os investimentos através de uma Corretora. Não se preocupe, vamos explicar detalhadamente como fazer para abrir uma conta em uma corretora. Isso é assunto para outro artigo que está no forno.

Mas, nesse momento, já será um grande passo na educação financeira do seu filho. Fique durante um tempo fazendo depósitos regulares na conta corrente dele e investindo o dinheiro. Aproveite a mágica dos juros compostos!

Beleza galera! Um grande abraço e até a próxima!

Rodrigo Tomasi

Co-fundador do Graninha Kids

Imagens: créditos Freepick.

6 Comentários


  1. Olá, Rodrigo. Meu filho de 2 anos e meio tem a própria conta no Inter há uns 3 meses e foi bem fácil abrir. Hoje em dia as crianças já recebem o número do CPF na certidão de nascimento. Minha única “dificuldade” foi tirar o RG, que ele ainda não tinha, mas eu teria que fazer isso mais cedo ou mais tarde e só não tinha feito antes por indisponibilidade no meu estado. Não custou nada e a identidade ficou pronta em 1 semana. O resto do procedimento é todo pelo app e achei bem rápido.
    Quando ele nasceu eu tinha aberto uma conta poupança no Itaú e uma conta em corretora (para Tesouro Direto e outros investimentos), mas cada transferência era cara, então comia os rendimentos do pouco dinheirinho que ele tem hoje (eu não fazia todo mês, mas cada uma era quase 20 reais – que eu acabava pagando pra não cobrar da criança – , precisava ser presencial, não podia ser por internet, que custaria a metade). Não fechei essa conta, mas se cai dinheiro nela, já transfiro pro Inter por boleto de graça. Estou bem satisfeita.
    Ele ainda não recebe mesada, mas eu deposito um pouquinho desde que ele nasceu. Como ele é muito novinho, nem sabe que tem. Sempre acumulei pensando que talvez esse dinheiro fosse importante pra ajudar a pagar os estudos dele (uma boa universidade ou pós, educação em geral), nunca nem pensei na aposentadoria.

    Responder
    1. Rodrigo Tomasi

      Que legal Andréa! Meus parabéns! Realmente há alguns anos era inviável ter conta em banco e corretora para as crianças, pois as taxas e corretagens comiam praticamente boa parte do valor investido. Agora ficou muito mais fácil, já existem até corretoras que não cobram corretagem para se investir em ações por exemplo. Então você consegue por exemplo com apenas R$ 100 comprar ações de boas empresas para seu filho (mesmo que seja no mercado fracionário) sem que os custos inviabilizem a operação.

      Realmente com 2 anos e meio ainda é complicado mostrar tudo isso para seu filho. Mas em breve ele já vai compreender o básico e você já vai poder começar a dar mesada e explicar para ele como funciona o mundo dos investimentos, sempre de uma forma bem lúdica. Eu já faço isso com meu filho de 4 anos e é impressionante como eles aprendem rápido!

      E ele será eternamente grato pela educação financeira que recebeu da mãe! 😉

      Abraços!

      Responder

  2. Tenho dois filhos, um de 13 e 3 anos. Eles já tem conta no Inter a mais ou menos 1 ano. No meu caso, não precisei tirar a carteira de identidade, fiz com a certidão e minha identidade… O bom do Inter é que dá pra fazer investimentos no tesouro, sem taxa, diretamente da conta corrente, tem CDB, LCA, LCI e agora também tem a poupança, boa para valores bem pequenos… E tudo sem taxa… Com relação ao cartão, pelo que li, para habilitar a opção de crédito no cartão da conta precisa ter 18 anos… Enfim, muito interessante mesmo…

    Responder
    1. Rodrigo Tomasi

      Muito bom Sheila! Meus parabéns! Obrigado pela informação. Não pesquisei sobre a questão do cartão de crédito pois neste momento não acho necessário para os pequenos, o cartão de débito já resolve o problema. Abraços!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *