O Teste do Marshmallow

O que o teste do Marshmallow pode ensinar sobre investimentos ao seu filho? Você conhece o teste do Marshmallow?

É um teste muito famoso. Foi aplicado pelo Walter Mischel nos anos de 1960 e 1970. Ele fez um experimento com um grupo de crianças de idade entre 4 e 6 anos.

Como é que o teste funcionava?

Eu vou colocar um vídeo logo abaixo mostrando. O vídeo é auto explicativo. Mas só para contextualizar a criança era levada para uma sala. Então o pesquisador colocava a criança diante de uma mesa com o marshmallow. O doce ficava bem em frente da criança.

Lembrando que nos Estados Unidos o Marshmallow é um doce muito consumido. Mas daqui em diante vamos falar um “doce” pra ficar mais fácil.

E o pesquisador falava pra criança assim: “está aqui o doce,  você pode comer agora se você quiser. Mas se você esperar 15 minutos, quando eu voltar te darei outro doce. Aí poderá comer os dois marshmallows.”

Daí o pesquisador virava as costas e ia embora. Desse momento em diante criança ficava sozinha.

Então várias reações ocorriam. Tinha criança que esperava, outras que não se importavam com doce, outras que não aguentavam esperar. Com aquela vontade de pegar o doce.

É muito engraçado! Assistam e vejam as reações das crianças.

Com tempo terminado o pesquisador voltava. E, caso a criança não tivesse comido o doce ele cumpria a promessa e lhe entregava outro marshmallow.

Assista o vídeo abaixo para entender o que estou falando:

Teste do Marshmallow: 20 anos depois…

Até aí tudo bem, mas a grande questão vem depois. O Walter Mischel 20 anos depois, na década de 90, foi atrás para pesquisar como estavam aquelas crianças. Agora já adolescentes e praticamente adultos.

Ele foi analisar como estava a vida delas. Como que estava o desempenho escolar, a saúde, a situação financeira.

E o resultado foi surpreendente! Havia uma correlação muito alta entre as crianças que tiveram a paciência de não comer o doce e o sucesso delas futuramente.

teste do marshmallow

Abre parênteses. Sucesso pode ser visto de várias maneiras e enfoques. Mas aqui estou falando em desempenho na escola, saúde do corpo e educação financeira. Fecha parênteses.

Com isso, O Walter Mischel escreveu o  livro “O Teste do Marshmallow dominando o autocontrole”. No livro, segundo o autor, e a chave é o autocontrole. Assim, você é capaz de adiar a recompensa e sacrificar um pouco o momento presente para ter um bem maior no futuro.

Trazendo para o nosso assunto que é educação financeira, vale tanto para nós adultos quanto para os nossos filhos.

Adultos, paciência e investimentos

Para nós adultos, quando falamos em investimentos, principalmente de longo prazo, a paciência normalmente é recompensada. Pegue por exemplo o mercado de ações. Quando você compra uma ação e se na primeira queda que ela tiver você for lá e sacar seu o dinheiro, é muito provável que você esteja perdendo dinheiro. Porque muitas vezes no longo prazo ela volta crescer.

E, se você tivesse tido a paciência de esperar você teria ganhado dinheiro ao invés de perder.

O Warren Buffett, que é considerado o maior investidor de todos os tempos, tem uma frase muito famosa:

“O mercado financeiro é um mecanismo de transferência de riqueza dos impacientes para os pacientes”.

Isso parte muito da filosofia de investimento dele, chamado investimento em valor. Que é o value investment.

Isso vale muito para os seus investimentos. Então, quando você tiver fazendo um investimento tenha paciência finalmente. Se você ainda acredita naquele investimento espere que você será recompensado.

Crianças, paciência e graninha

Em relação ao seu filho? Vou deixar duas sugestões.

#1 Mostre o teste do marshmallow

A primeira é mostre o vídeo por seu filho. Uma imagem vale mais que mil palavras.

No momento que estou escrevendo este artigo o meu filho estava vendo o vídeo.Ele passou aqui do lado e perguntou o que estava vendo. Aproveitei e expliquei para ele. E percebi que ele absorveu algum ensinamento.

Fiz todo um discurso para ele sobre a importância da paciência. E eu vi que foi útil, teve resultado. Então, aproveita e mostra o vídeo para o seu filho também.

#2 Pratique o teste do marshmallow

A segunda sugestão na verdade é um teste para você fazer. Faça o teste do marshmallow com a mesada do seu filho. Assim aproveitará para aplicar a experiência e também para ensinar o valor dos investimentos.

Como assim?

No Método dos 4 Potinhos existe a caixinha de Natal. Se você não conhece o nosso método ou ainda não baixou nosso e-book, clique na imagem para efetuar o download do e-book Como dar mesada para o seu filho.ebook Graninha Kids

A caixinha de Natal que é um pote de gente usa para as crianças realizarem uma compra maior.

Vamos supor que você dê R$10,00 para caixinha de natal do seu filho. Só para ilustrar, o valor não importa.

O que é que você pode fazer para testar? Você pode dar os R$ 10,00 para ele e falar o seguinte: “Filho você pode investir esse dinheiro comigo. Se você não receber esses R$10,00 AGORA, quando chegar na semana que vem eu te darei um real a mais. Como se você tivesse investindo esse dinheiro comigo”.

Então se ele não pegar o dinheiro agora, na próxima semana irá ganhar R$21,00. Os dez reais dessa semana, os dez reais da semana que vem e esse um real que seria a recompensa pela espera. O ‘investimento’ que ele fez.

É lógico que dez por cento em uma semana seria um investimento milagroso. 😉

Mas nosso objetivo é ilustrar o conceito do teste do marshmallow e colocá-lo em prática. E proporcionar um momento de diálogo com seu filho sobre investimentos, sobre essas questões pouco faladas entre pais e filhos.

teste do marshmallow

Meu filho comeu, e aí?

Eu pesquisei bastante antes de escrever esse artigo. E queria aproveitar para fazer uma ressalva muito importante. Se o seu filho “comer o marshmallow” não significa que ele vai ser um fracasso na vida.

Existem muitas críticas em relação ao experimento original. Foram feitos novos testes, e os pesquisadores fizeram várias críticas ao Teste do Marshmallow original. Principalmente que ele não era representativo. Ou também que se estava rotulando as crianças.

No meu ponto de vista, acho que nesse caso o teste simplesmente foi mal interpretado. Pois, é óbvio que o futuro do seu filho pode ser mudado. O comportamento pode ser mudado. Os hábitos  podem ser mudados.

Por isso que o fato de a criança ter comido o doce não quer dizer que está tudo perdido. O ponto aqui é: a atenção em relação ao autocontrole e paciência.

De posse dessas informações podemos trabalhar essas características do seu filho. Ensinar sobre sua  importância e ir orientando ele ao longo da jornada da vida.

A ninguém nasce fadado ao sucesso ou fracasso! São as nossas escolhas no dia a dia que vão determinar o que a gente vai ser no futuro.

Mas eu achei muito válido e vale a pena refletir sobre isso.

Um grande abraço!

Rodrigo Tomasi

Referências:
Verão e-Marshmallow: https://www.youtube.com/watch?v=Kn-CzHBGiW8

Livro (O Teste do Marshmallow): https://amzn.to/2NFZUfa

Artigos com versão contrária ao teste original: http://journals.sagepub.com/doi/full/10.1177/0956797618761661#_i1

https://www.theguardian.com/education/2018/jun/01/famed-impulse-control-marshmallow-test-fails-in-new-research

Créditos das imagem: Freepick

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *